Validando Arquiteturas Empresariais

Os sistemas de Arquitetura Empresarial são hoje o fundamento dos maiores investimentos em Tecnologias da Informação, exercendo um impacto a longo prazo sobre a orientação de uma empresa.

Delineamos aqui os aspetos essenciais de validação deste processo, partindo da ideia de que os arquitetos corporativos deveriam ter aprovadas as Arquiteturas que propõem ou constroem.

A necessidade de validar os sistemas de Arquitetura Empresarial

Enterprise ArchitectureEsta não é uma prática incluída na maioria dos projetos. Embora seja um processo moroso, a longo prazo permitirá poupar tempo, dinheiro e recursos. Os sistemas de Arquitetura são desenvolvidos com todos os preconceitos pessoais do arquiteto responsável, incluindo as suas experiências passadas e uma compreensão subjetiva e parcial dos objetivos do sistema empresarial. Se não se promover a validação dos sistemas de Arquitetura, aceitar-se-á a perspetiva do arquiteto ou da equipa que criou o sistema. Por outro lado, a validação ajudará o próprio arquiteto, ao reunir todos os dirigentes e intervenientes na empresa em torno de um objetivo comum.

Que aspetos essenciais dos sistemas de Arquitetura Empresarial deveriam ser validados?

Há alguns aspetos estratégicos que terão um impacto mais abrangente sobre os restantes e que vale a pena considerar mais atentamente. São eles:

  • Probabilidade e nível de “Risco de Adoção”: Os projetos dos arquitetos mais inovadores dependem da adoção de novas tecnologias, da aplicação de técnicas e do envolvimento a longo prazo dos utilizadores finais, o que geralmente comporta um nível de risco que é importante avaliar.
  • Custos: Os arquitetos necessitam de saber prever custos realistas para os projetos. Assegurar uma combinação equilibrada de tecnologias de ponta é um objetivo desejável, que não deve sobrepor-se aos custos exorbitantes que possam acarretar e que devem ser previstos.
  • Participação dos intervenientes: A participação de todos os intervenientes é fulcral para o sucesso dos projetos empresariais.

Em suma, a validação de Arquiteturas Empresariais é uma componente fundamental para a garantia de implementações futuras nos sistemas corporativos. Os melhores sistemas falham quando definidos de forma isolada: a validação do processo deverá envolver todas as partes interessadas e procurar obter a sua aceitação do sistema proposto.